sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Notícias

Usuário de drogas confessa furtos

A vítima E.M.C., mulher, 45 anos, moradora na Rua Rio Grande do Sul, bairro Santa Helena, informou na delegacia que na madrugada do dia 28/11/2020, ela escutou um barulho vindo do quintal de sua casa, e quando ela foi ver o que estava acontecendo, se deparou com o H.H.O., 23 anos, desempregado, morador no mesmo bairro, que é amigo de infância de seu filho, no interior de sua residência, abrindo o capô do carro do seu filho para tentar levar a bateria do veiculo, mas quando ele a viu se assustou e saiu correndo.
A vítima relata que ingressou na casa e não encontrou uma bicicleta, marca Caloi, nas cores branca e azul e um aparelho de televisão de 32 polegadas, vindo a desconfiar que o H.H.O., seria autor do furto.
Novamente não foi feito o registro policial, mas no dia 03/12, o H.H.O., reapareceu na Rua onde mora e então populares começaram a gritar “ladrão” e, para ele não ser linchado, uma pessoa que não se identificou, pegou ele e o levou até a delegacia, onde foi informado que após começar a usar crack, o rapaz começou a fazer diversos furtos pelo bairro.
Em seu relato o rapaz disse que na madrugada do dia 28/11/2020, ele tentou levar a bateria carro e depois, no mesmo dia, na parte da tarde, ele retornou, ingressou na casa, pois o portão estava apenas encostado, abriu a porta que também estava encostada e furtou uma bicicleta uma televisão, sendo que a bicicleta foi vendida nos “Predinhos” para uma pessoa desconhecida, pelo valor de R$20,00 reais, enquanto que a televisão ele vendeu para uma pessoa “Gordinha”, que estava acompanhada da G.D.D., moradora Na Rua 12, centro da cidade, pelo valor de R$50,00, pois é usuário de crack e pratica os furtos para sustentar o seu vício.

Compartilhe: