terça-feira, 01 de dezembro de 2020

Notícias

Trabalhador rural é morto com uma facada no peito em Severínia

O trabalhador rural G.S.M., 33 anos, morador na cidade de Severínia, foi apresentado na delegacia de Barretos preso sob a acusação do crime de homicídio qualificado.
Segundo o relato prestado pelos policiais, eles foram acionados pelo COPOM a comparecerem até o Jardim Primavera, por ter ocorrido por lá uma agressão, em plena via pública.
Quando os Militares chegaram ao local, foram informados que a vítima já havia sido socorrida, sendo informado também que o agressor estava dentro de uma residência próxima.
Ao entrarem no local, os policiais encontraram o indiciado G.S.M., deitado na cama, e ao ser questionado sobre os fatos, ele respondeu que havia esfaqueado a Maria de Fátima Santos, 39 anos, trabalhadora rural, atingindo ela na cabeça, tendo os fatos ocorrido na via pública.
Em seguida, ele foi em busca do Josué da Silva, 24 anos, trabalhador rural, o encontrando também na via pública, e então, utilizando a mesma faca, o indiciado golpeou Josué e depois retomou para casa, onde escondeu a faca e deitou-se na cama.
Foi dada voz de prisão ao indiciado e enquanto os policiais procuravam pela faca, chegou a notícia de que Josué havia falecido no Pronto Socorro Municipal devido a única facada que atingiu o lado esquerdo do tórax.
A faca foi localizada dentro de um cômodo da casa cheio de entulhos, apresentando algumas manchas com característica de sangue, sendo confirmado pelo indiciado que se tratava da arma do crime, estando ele com ferimentos aparentes de luta corporal. vítima Maria de Fátima Santos foi transferida para a Santa Casa de Barretos, onde recebeu alta ontem. indiciado foi levado para a cadeia da cidade de Colina, onde permaneceu preso.

Compartilhe: