sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Notícias

TC constata que 11 servidores municipais receberam auxílio indevidamente

O Instituto de Previdência de Barretos recebeu, no dia 13 de julho, notificação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo em nota conjunta para a Controladoria Geral da União. O documento informou que 11 servidores inativos, aposentados e afastados com auxilio doença, receberam indevidamente o auxilio emergencial do Governo Federal, no valor de R$ 600,00.
Segundo o presidente do Instituto, Nilton Vieira, na notificação o Tribunal solicita que os servidores sejam acionados de forma reservada para que tenham conhecimento do ocorrido. “Assim que avisados eles terão a oportunidade de se explicarem, uma vez que há a possibilidade de terem sido vítimas de fraude”, declarou.
Cabe ao Instituto o papel apenas de intermediário do processo. “Não seremos responsáveis por nenhuma investigação ou devolução do dinheiro. Entretanto abrimos um processo administrativo e também enviamos uma cópia para a prefeitura de Barretos”, finaliza Vieira.

Compartilhe: