quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Notícias

“Setembro Amarelo” reforça a necessidade de apoio e cuidados em relação aos casos de depressão

Ontem (10), foi o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, e a campanha “Setembro Amarelo” reforça a necessidade de apoio e cuidados em relação aos casos de depressão e como familiares e amigos podem contribuir no processo de identificação e prevenção de condutas ou comportamentos, que necessitem de apoio psicológico e ações de valorização da vida. De acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), cerca de 96% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais como a depressão, transtorno bipolar e abuso de substâncias.
De acordo com Mônica Silveira, que é psicóloga do Grupo São Francisco, é muito importante ficar atento a alguns comportamentos padrões frequentes como preocupação com a própria morte, falta de esperança, expressões e ideias suicidas, isolamento, entre outros. “Essas manifestações, por pelo menos duas semanas, não devem ser interpretadas como ameaças nem como chantagens, mas como alerta para um risco real”, afirma Mônica.
A psicóloga reforça que mesmo pessoas sem antecedentes podem ter o quadro em função de perdas pontuais ou situações inesperadas que possam provocar algum descontrole emocional ou o surgimento de depressão.

Compartilhe: