Ir para o conteúdo

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Notícias

Servente é preso por agredir a mãe e furtar relógios

O servente B.H.S.M., 18 anos, morador no bairro Mais Parque, foi preso pelos policiais militares, cabos Cantarim e Mara, pelo crime de furto, sendo informado que os policiais foram acionados para uma ocorrência de violência doméstica, entre mãe e filho, no bairro Christiano Carvalho.
Ao chegarem ao local, os policiais encontraram o indivíduo segurando a mãe, e ao tentar algemá-lo, o mesmo se levantou, partindo em direção a um dos policiais, tentando pegar sua arma.
Neste momento, chegou ao local outra equipe da PM prestando apoio em razão de o indivíduo estar muito alterado, e quando ele foi contido, verificou-se que tinha caído do bolso de sua bermuda dois relógios de pulso, e neste momento sua mãe informou que os relógios não eram de propriedade dela ou de outro familiar. Instante depois chegou à informação de que havia ocorrido um furto em uma residência, conhecida da mãe do autor e diante disso foi mantido contato com J.B.J., 19 anos e G.G.B.B., 19 anos, que, de pronto, reconheceram que aqueles relógios eram de suas propriedades,
Na delegacia, as vítimas relataram que estavam na residência do J.B.J., e por volta das 19h30, ambos foram para academia treinar e deixaram os seus respectivos relógios dentro do quarto e quando saíram, deixaram o portão de correr somente encostado, estando a porta que da acesso ao interior da casa, quebrada. As vítimas retornaram as 21 horas e quando foram procurar seus relógios, não os encontraram, porém, acharam estranho em razão de haver outros objetos de valor pela casa e somente os relógios haviam sido subtraídos. Momentos depois, uma viatura da Polícia Militar passou por eles no bairro, e informaram sobre os relógios, e eles reconheceram os objetos como de suas propriedades.
Foram elaborados os registros de furto e violência doméstica, sendo arbitrada fiança no valor de R$1.000,00, a qual não foi apresentada, sendo o indiciado levado para a cadeia da cidade de Colina, onde permaneceu preso e a disposição da Justiça.

Compartilhe: