Ir para o conteúdo

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Notícias

Secretário de Turismo, Roberto de Lucena, concedeu entrevista ao “JBR”

O secretário estadual de Turismo e Viagens, Roberto de Lucena (foto), esteve neste sábado (26) prestigiando a Festa do Peão e concedendo entrevista à imprensa, destacando os projetos na área de turismo e o reflexo deles para a região de Barretos. O secretário concedeu entrevista ao “JBR”.
JBR: Secretário, como o senhor classifica para o turismo a realização de um evento como a Festa de Peão de Boiadeiro não só para Barretos como toda região?
A Festa do Peão, é um patrimônio paulista. Não é apenas um evento, representa uma tradição cultural que remota a própria fundação da cidade. O público da Festa do Peão, de acordo com pesquisa realizada nos primeiros quatro dias de evento pelo Centro de Inteligência e Economia do Turismo (CIET), é em sua maioria composto por visitantes de fora da cidade, principalmente do próprio estado de São Paulo (46,6%). E isto impacta vários segmentos e toda a região.
JBR: Como o senhor define a política de turismo do atual governo?
A diretriz do governador Tarcísio de Freitas é descentralizar o turismo de São Paulo. E a Setur-SP tem desenvolvido vários programas e projetos neste sentido. Um deles é a elaboração de um Plano Estadual de Turismo Rural, que será a base para o desenvolvimento do setor, incluindo atrativos, roteiros, circuitos, vivências e experiências.
JBR: Secretário, o segmento foi um dos mais afetados pela pandemia. O turismo já conseguiu retomar o patamar antes da crise?
Toda a cadeia do turismo foi realmente muito impactada com a pandemia. Além dos prejuízos com o cancelamento de viagens, houve outra consequência que foi a migração da mão-de-obra diante da crise sanitária. Estamos enfrentando este déficit com a criação da Academia do Turismo, um projeto que vai ser anunciado em breve pelo governador Tarcísio de Freitas e vai incentivar a formação em turismo em todos os âmbitos: do ensino médio a graduação e até pesquisa.
JBR: Barretos conquistou o selo de estância turística há pouco mais de um ano. Qual a importância de um selo como esse para um destino turístico?
O Turismo é uma das mais importantes rotas de desenvolvimento social e econômico no mundo todo. Aqui em São Paulo é uma atividade essencial que abrange 52 setores da economia e uma cidade que obtém o título de Estância Turística tem a facilidade de atingir boas metas por meio de planejamento, porque conta com recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur) da Setur-SP.

Compartilhe: