segunda-feira, 13 de julho de 2020

Notícias

Secretário de Saúde fala sobre procedimentos adotados em Barretos

O Secretário de Saúde, Alexander Stafy Franco, também considerou a necessidade da população barretense colaborar, para a redução dos casos de Covid-19 na cidade. Ele comentou que com base nos últimos números divulgados, foi observado um aumento crescente dos casos positivos. “Mas nós estamos testando mais e os resultados do Instituto Adolfo Lutz também não estão mais demorando tanto e isso influencia no crescimento também. E se formos fazer um comparativo dos casos da semana passada, com os casos que aconteceram até ontem (04), nós temos o seguinte panorama: na semana passada tivemos três óbitos, dos quais dois são de pacientes internados há muito tempo, e nesta semana tivemos o óbito de um paciente internado há mais de 30 dias, ou seja, a média de óbitos não alterou tanto”, comparou
Segundo o Secretário, a média de óbitos antes do novo regramento de atividades econômicas, era de 0,21 por dia e passou a 0,26, “o que não é um aumento tão considerável”, avaliou. Ele também disse que em relação a variação de casos, houve o registro de 35,5% de casos positivos na semana passada e, nessa semana, teve uma variação de 14,11% de casos. A ocupação de leitos de UTI na última semana foi de 18,85% em média, e esta semana apresentou 20,17% de ocupação da UTI. “Ou seja, ela não está variando acima do que estava antes de valer esse regramento de novas atividades, os números sempre ficaram entre 20% e 30%. Enfermaria também tem se mantido. Nós continuamos seguindo todos os critérios na Secretaria da Saúde, aumentamos a testagem dentro das possibilidades, pois adquirimos 4.190 testes e recebemos testes do Ministério da Saúde. E isso permite isolar mais as pessoas, principalmente de casos assintomáticos que são os mais sujeitos a disseminar a contaminação”, explicou.
De acordo com Alex Franco, o município continua com as medidas de contenção, desde a atenção básica, em relação a atuação da UPA, e da medida muito assertiva que foi adotada. “Que foi manter um hospital exclusivo para atendimento dos casos suspeitos e confirmados de Covid-19. Devido a esse trabalho que temos feito, fomos classificados na Fase 3 do Plano de Retomada da Economia no Estado e estamos intensificando muito a fiscalização a partir desta semana, primeiro orientando e, agora, multando quem infringe as regras, pois assim conseguiremos que outros setores também voltem a funcionar dentro de regras.
“A população tem também que fazer a parte dela, as pessoas têm que colocar em prática neste momento o civismo, a empatia de se colocar no lugar do outro, pois se as pessoas não fizerem, cada um a sua parte, as coisas podem sim se complicar. Estamos monitorando dia-a-dia os novos casos suspeitos e confirmados, as internações, o número de vagas de leitos de UTI, mas nada disso adianta se a população não contribuir, por mais que fiscalizemos, não conseguimos impedir a contaminação. Quanto mais insistirem em eventos clandestinos, festas de amigos, sair com a máscara de maneira errada ou sem máscara, enfim, não tomar todos os cuidados amplamente divulgado, mais tempo demoraremos a retomar todas as atividades da economia e voltar ao que chamamos de vida normal”, finalizou o Secretário de Saúde de Barretos.

Compartilhe: