Ir para o conteúdo

quinta-feira, 13 de junho de 2024

Notícias

Relatório Anual do Desmatamento: Cerrado Ultrapassa Amazônia em Área Desmatada

O Relatório Anual do Desmatamento (RAD) no Brasil, divulgado pelo MapBiomas nesta terça-feira (28), revelou um cenário alarmante: mais da metade de toda a área desmatada no país em 2023 ocorreu no Cerrado, ultrapassando a Amazônia pela primeira vez desde o início da série histórica em 2019. O relatório destaca que quase todo o desmatamento nos últimos cinco anos teve a expansão agropecuária como vetor.

Nos últimos cinco anos, o Brasil perdeu um total de 8.558.237 hectares de vegetação nativa, o equivalente a duas vezes o estado do Rio de Janeiro. Entretanto, em 2023, houve uma redução de 11,6% na área desmatada em comparação com 2022, totalizando 1.829.597 hectares de vegetação suprimida. Essa queda ocorreu apesar de um aumento de 8,7% no número de alertas de desmatamento.

O MapBiomas destaca que esta é a primeira redução do desmatamento desde o início da série histórica em 2019. No entanto, ressalta que a face do desmatamento está mudando, concentrando-se nos biomas com formações savânicas e campestres, enquanto diminui nas formações florestais. Em 2023, 61% da área desmatada estava no Cerrado e 25% na Amazônia.

A coordenadora do MapBiomas Cerrado, Ane Alencar, expressa preocupação com a situação, destacando que o Cerrado, que já perdeu mais da metade de sua vegetação nativa, tornou-se o epicentro do desmatamento no país. Em 2023, a área média desmatada diariamente no Brasil foi de 5.013 hectares, sendo mais de metade no Cerrado, onde foram suprimidos 3.042 hectares de vegetação nativa por dia.

Em contrapartida, na Amazônia, a área de desmatamento em 2023 foi de 454,3 mil hectares, representando uma queda de 62,2% em relação a 2022. Entretanto, ainda são registradas cifras alarmantes, como o dia 15 de fevereiro, quando uma área equivalente a quase seis mil campos de futebol foi desmatada em apenas 24 horas.

É importante ressaltar que, com exceção de Piauí, São Paulo e Paraná, todos os estados que concentram o Cerrado registraram aumento no desmatamento em 2023 em comparação com o ano anterior, sendo que em estados como Maranhão, Tocantins, Goiás, Pará e Distrito Federal, a área desmatada mais que dobrou.

Compartilhe: