Ir para o conteúdo

sexta-feira, 12 de julho de 2024

Notícias

Quilo da picanha em Barretos tem diferença de 200%, aponta Procon

A picanha, carne preferida dos apreciadores de um bom churrasco, é encontrada cidade com grande diferença de preços. Pesquisa feita pelo Procon em cinco estabelecimentos barretenses, nesta quinta-feira (20), aponta para uma diferença de 200% no quilo da proteína bovina. O valor mais em conta é de R$ 29,98, enquanto o mais caro é de R$ 89,99.

Ainda com relação à carne bovina, outra grande variação foi verificada na paleta sem osso, cujo preço do quilo varia entre R$ 19,98 e R$ 30,99, uma diferença de 55%.

Em relação à carne suína, a diferença pode chegar em até 64%. Este é o caso do pernil sem osso, cujo quilo custa de R$ 13,99 a R$ 22,99.

Quem preferir a carne de frango também deve ficar atento. No filé de peito, por exemplo, a diferença encontrada foi de 71%, com preços entre R$ 17,50 e R$ 29,98. A variação entre o menor e maior preço ainda é maior no quilo da coxa e sobrecoxa, que pode ser encontrada sendo comercializada entre R$ 8,89 e 15,98 (80%).

Compartilhe: