Ir para o conteúdo

quinta-feira, 23 de maio de 2024

Notícias

Professora é vítima de golpe e tem transferência indevida em sua conta bancária

Uma mulher de 55 anos, professora, informou na delegacia que ela recebeu uma ligação uma pessoa, aparentemente voz de mulher, a qual disse ser funcionária do banco em que a vítima é cliente, e ela falou sobre uma proposta para amortização de dívida que a mesma tem junto ao banco.

Foi apresentada uma proposta para reduzir os valores das parcelas
mensais e durante a conversa a pessoa forneceu para a vítima várias instruções de como manusear em seu aplicativo, mas a vítima desconfiou da proposta e passou a questionar a situação, ocasião em que a autora desconhecida lhe perguntou: “Se fosse golpe você acha que eu teria suas informações pessoais?”.

Diante disso a vítima só teve a certeza de que realmente se tratava de um golpe quando abriu o aplicativo no celular e notou que havia sido feito empréstimos em seu nome, aparecendo mensagem de saldo insuficiente em sua conta.

Ao verificar o extrato bancário a vítima constatou uma transferência no valor de R$7.601,00, sendo orientada pelo banco a registrar a ocorrência na delegacia.

Compartilhe: