Ir para o conteúdo

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Notícias

Procon enviará reclamações de usuários do transporte coletivo ao MP

Reclamações são por não poderem utilizar créditos do cartão

A coordenadora do Procon em Barretos, Joana Soleide Dias, confirmou ontem ao ‘JBR’, que está reunindo todos os documentos entregues por usuários do transporte coletivo que não podem mais utilizar os créditos dos cartões pré-pagos utilizados no transporte coletivo em virtude da empresa Viação Sarri ter tido seu contrato suspenso pela prefeitura. A documentação segundo ela, será enviada ao Ministério Público para que se tome as devidas providências.
‘O Procon está juntando todos os casos e documentos e os encaminhará ao Ministério Público para ação coletiva, pois verificamos que o número de pessoas atingidas é maior que o das que reclamaram’, explica a coordenadora.
Segundo ela, o órgão já registrou pouco mais de 100 reclamações de consumidores que pagaram por créditos no cartão do vale transporte, em duas modalidades, circular e escolar. Com a empresa fora de operação, esses consumidores ficam no prejuízo porque não têm como utilizar os créditos, já que o Expresso Itamarati, contratado emergencialmente pela prefeitura, não aceita os cartões.
‘Encaminhamos as reclamações para a empresa Viação Sarri, que justificou incapacidade para cumprir os serviços e devolver os valores’, disse Joana Soleide Dias.
DEFENSORIA
A Defensoria Pública de Barretos informou que está aguardando resposta da empresa Viasa sobre qual o número de pessoas com crédito de vale-transporte, quem são essas pessoas e qual o valor de crédito de cada uma delas.

Compartilhe: