domingo, 24 de janeiro de 2021

Notícias

Prefeitura não ofereceu solução financeira a Viasa, afirma advogado

O advogado da empresa Viasa (Viação Sarri), Lucas Meirelles de Souza, afirmou que durante a reunião com a prefeita e secretários, o município não ofereceu nenhuma solução financeira para a empresa. Segundo o advogado, mesmo com a empresa ponderando que desde 2014, o aumento da gratuidade sobrecarregaria a empresa se não houver o subsidio da gratuidade, mas que foi retirado do texto da alteração da Lei Orgânica do Município. “Em 2020, com a pandemia, ocorreu um redução do trabalho da empresa, redução da capacidade dos ônibus. Desde 2014 estão ocorrendo imposições do Poder Público que estão impactando nos recebimentos da empresa e não está tendo uma contrapartida do Poder Público. O Renato vem protocolando na Prefeitura e não tem nenhum retorno sobre os seus pedidos”, afirmou Lucas Meirelles.
De acordo com o advogado, atualmente a empresa está com baixa demanda, com redução de 80% dos usuários pagantes, tendo inclusive 52% de gratuidade. “A empresa está numa dificuldade hoje muito grande, está com atraso parcial do 13° salário e não conseguiu fazer o pagamento da folha de dezembro em janeiro”, destacou o advogado.
O advogado disse que foi proposto o adiantamento dos valores do vale transporte e votação de projeto de autoria da Prefeitura pela Câmara, para situação de calamidade pública pela pandemia, como ocorreu em outras cidades, como Indaiatuba, Limeira e outros municípios.

Compartilhe: