Ir para o conteúdo

sábado, 06 de março de 2021

Notícias

Prefeito em exercício avalia primeiro mês de gestão na Prefeitura de Guaíra

Há 1 mês frente à Prefeitura de Guaíra, o prefeito em exercício Edvaldo Donisete de Moraes, que foi eleito vereador e presidente da Câmara, vem conduzindo a gestão do município, devido ao afastamento do prefeito reeleito José Eduardo Croscato Lelis, que ainda não conseguiu ser reconduzido ao cargo. De acordo com o atual prefeito, Edvaldo Moraes, nestes primeiros 30 dias de mandato, a cidade e a região vem registrando melhora nas questões do combate a Covid-19 com o recebimento de mais 1.000 doses de vacinas. “Estamos trabalhando aqui em Guaíra com todo vapor, a cidade está bem organizada”, afirmou Edvaldo.
O prefeito disse que nesse início de ano, vem atuando no enfrentamento as questões do mato alto e realização de mutirões nos 60 bairros da cidade, visando combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypt. “A gente corre um grande risco de voltar a dengue em Guaíra e região, mas estamos estamos fazendo os mutirões”, destacou.
Por outro lado, o prefeito Edvaldo Moraes, explicou que na área da saúde está recebendo investimentos com a implantação de um aparelho de tomografia e raio X, aquisição de 50 camas hospitalares e outros equipamentos que irão mudar o atendimento da saúde no município. “A nossa Santa Casa vai se tornar um hospital de primeiro mundo, e vai desafogar os hospitais da região, resolvendo os problemas de saúde aqui mesmo”, explicou.
O prefeito explicou ainda que estão sendo feitos investimentos na Balança Municipal, Casa de Cultura, CRAS, sendo reaberta a licitação do Estádio José Zuquim Nogueira, retomada do reservatório no bairro Tonico Garcia e licitação em breve para perfuração de poços na cidade de Guaíra.
Prefeito afastado
Segundo o prefeito em exercício, a sua expectativa é que o prefeito afastado José Eduardo, retorne logo as funções. “Eu fico triste em saber que o Zé Eduardo que é um cara tão honesto esteja passando por isso. Se Deus quiser ele irá retornar ao cargo que é dele, porque quem ganhou a eleição foi ele”, explicou.

Compartilhe: