Ir para o conteúdo

sábado, 23 de outubro de 2021

Notícias

Polícia recupera moto e apreende arma em sitio

Morador em Adolfo Pinto o pensionista J.L.L.C., 50 anos, foi preso por policiais militares ambientais que também apresentaram uma arma de fogo, dois chifres de animais silvestres, uma moto e outros objetos.
Informaram os policias que eles estavam em patrulhamento a fim de averiguar uma motocicleta suspeita, tendo em vista que no dia 7 deste mês, ao encontrarem o autor com a moto nas proximidades da propriedade dele, o veículo estava sem placa, porém ele disse que a moto possuía documentação e na oportunidade foi feita a consulta pelo número do chassi e se verificou que a moto estava realmente documentada.
Sobre o fato de a moto estar sem a placa de identificação ele respondeu que havia comprado recentemente e desconhecia o motivo da falta da placa, contudo, considerando que na data a equipe estava com outra ocorrência em andamento e que a motocicleta estava devidamente estacionada, não foi possível realizar outras consultas.
Desta vez, em patrulhamento nas proximidades da propriedade rural do indiciado, os policiais chegaram ao sítio dele e o mesmo evadiu-se com a moto sendo então acompanhado e visualizado quando ele escondeu a moto em um barracão ao lado da sua propriedade, vindo também a se esconder naquele local.
Os policiais deram ordem para que ele saísse do barracão mais o indiciado desobedeceu, até que conseguiram avistá-lo por uma fresta da janela e deram novamente ordem para que ele saísse do local, e assim que ele obedeceu à ordem, os policiais constaram que a numeração do chassi já havia sido totalmente suprimida e o homem relatou que foi ele mesmo que suprimiu a numeração por medo da polícia conseguir verificar os dados da moto, tendo em vista o ocorrido na última abordagem, porém, os policiais conseguiram, através da numeração do motor, verificar que a moto era produto de furto.
Em vistoria pelo imóvel foram encontrados dois chifres de animais silvestres, o que configura ter em depósito produto da fauna sem autorização sendo feita autuação ambiental específica e a arma de fogo.
Ao final os policiais encontram ainda em uma área do sítio, a existência de degradação ambiental em APP, tendo o indiciado também sido autuado por artigo específico.
Na delegacia o caso foi devidamente registrado e todos os objetos apreendidos.

Compartilhe: