Ir para o conteúdo

sábado, 17 de abril de 2021

Notícias

Polícia prende quadrilha com armas, caminhonete, dinheiro e objetos de explosão

Uma ação entre Policiais Militares da cidade de Guaíra e de Barretos resultou na prisão de três indivíduos e apreensão de diversas armas, explosivos, dinheiro e vários objetos utilizados para explodir e furtar caixas eletrônicos.
De acordo com as informações, o soldado Mateus estava de folga na cidade de Guaíra, quando ele visualizou na entrada da estrada do lixão, uma caminhonete Toyota Hilux, sem placas, que estava sendo acompanhada por um veículo Spacefox, e então ele acionou os militares que solicitou reforço em Barretos e as equipes foram até a citada estrada, onde visualizaram os carros e deram início ao acompanhamento.
Em determinado momento o Spacefox colidiu contra a traseira da Hilux, que colidiu contra uma cerca, tendo o motorista do Spacefox conseguido se evadir da abordagem policial, enquanto que o motorista da Hilux embrenhou-se no mato, mas ele logo foi capturado pelo sargento Matias e cabo Mendes, sendo ele identificado como V.A.A., 51 anos, vulgo “Araxá”, morador na cidade de Guaíra.
Foi verificado que a caminhonete era produto de furto no dia 24 de março na cidade de Miguelópolis e sobre isso “Araxá” disse que a entregaria para um indivíduo de nome “Fernando”, sendo dada a ele voz de prisão, mas em poucos minutos, o tenente Lima e cabo Reis, se depararam com um veículo Fusca, que passou por um carreador de cana, sendo o carro abordado, estando em seu interior os indiciados W.B.S.L., 19 anos e o F.S.A., 39 anos, também moradores em Guaíra, tendo eles apresentado resistência inicial, sendo necessário emprego de força física para contê-los.
Em relato o F.S.A., confessou que estava ali para receber do “Araxá ”a caminhonete furtada, e então os três homens, a caminhonete e o Spacefox, foram levados para a delegacia, enquanto o Fusca permaneceu no local da abordagem.
Na delegacia o F.S.A., confessou que recebia para guardar a caminhonete em sua casa e que indivíduos de Ribeirão Preto trocariam as placas e a levaria embora, informando ainda que havia armas de fogo em sua casa, ocasião em que os policiais foram até lá e encontraram seu filho, um adolescente de 16 anos, que informou que seu pai “mexia” com caminhonetes furtadas e em revista pela casa foram encontrados seis explosivos, tipo “metalon”, pólvora, uma espingarda calibre 12, com numeração raspada, munições, duas pistolas calibre 380, com numerações íntegras e munições, um carregador de pistola .40, também municiado, quatro coletes, e quatro chapas metálicas para serem usadas no interior da capa dos coletes e a quantia de R$ 4897,00.
O indiciado F.S.A., também confessou participação no roubo ocorrido na Caixa Econômica Federal de Guaíra, em um roubo em uma empresa agrícola de Barretos, roubo de um veículo Cruze praticado contra “Helinho Bicheiro”, além de furtos de pivôs agrícolas e de defensivos agrícolas.
Os policiais também localizaram armas na casa do W.B.S.L., e lá foram encontradas quatro espingardas, calibres 22, 12, 36 e 20, uma espingarda de chumbinho, munições 44 Magnum e 5.5 VO, placas balísticas de colete e placas de metal também usadas em coletes.
Um indivíduo, identificado como “Christian”, morador no Mutirão de Guaíra, também havia participado do roubo da Caixa e quando os policiais chegaram a casa dele, o mesmo conseguiu fugir, mas foram localizadas diversas moedas de R$1,00, possivelmente do roubo, além de uma capa de colete balístico, um binóculo e uma mira óptica, sendo apurado ainda que “Christian” exerce a atividade de pintor e teria sido o responsável por pintar de preto o veículo de “Helinho Bicheiro”, que originariamente era branco.
Os três homens foram presos e todas as armas e demais objetos foram apreendidos.

Compartilhe: