Ir para o conteúdo

sexta-feira, 14 de junho de 2024

Notícias

Polícia Federal Deflagra Nova Fase da Operação Lesa Pátria

Nesta quinta-feira (23), a Polícia Federal deu continuidade às investigações da Operação Lesa Pátria, deflagrando sua 27ª fase. O foco desta etapa está voltado para indivíduos suspeitos de financiarem e incentivarem os atos antidemocráticos ocorridos em 8 de janeiro do ano passado, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos e alvos de vandalismo.

Os agentes da PF estão executando 18 mandados de busca e apreensão em cinco estados brasileiros: Paraná (7 mandados), Goiás (1), Mato Grosso (1), São Paulo (7) e Rondônia (2). As investigações indicam que esses mandados estão direcionados a suspeitos de financiarem os referidos atos, incluindo o pagamento de combustível para ônibus e alimentação para os manifestantes que viajaram de outros estados até Brasília.

Uma novidade desta fase é a determinação de duas medidas de monitoramento, pela primeira vez na história da operação: a colocação de tornozeleiras eletrônicas nos investigados. Todos os mandados foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Além disso, o STF também decretou a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados, embora o montante total não tenha sido divulgado. Estima-se que os danos causados ao patrimônio público durante os atos investigados possam alcançar a cifra de R$ 40 milhões.

De acordo com a Polícia Federal, os crimes em apuração nesta fase incluem abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, além de destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

Compartilhe: