Ir para o conteúdo

sábado, 20 de julho de 2024

Notícias

Policia Civil vai investigar caso de falsidade ideológica na área da saúde

Uma mulher de 32 anos, médica, foi até a delegacia e relatou que desempenha suas funções como médica Plantonista no Hospital de Pronto Atendimento na cidade de Colina, e ela tomou conhecimento pela Secretaria de Saúde, se seria verídico um documento de “DECLARAÇÃO DE COMPARECIMENTO” realizado de forma manuscrita com sua CRM e assinatura, para o paciente L.N., em determinada data, no período das 16 às 17 horas.

Informou a médica que ela nunca assinou o referido documento, não realizou plantão no Hospital na referida data e que as declarações atualmente são todas redigidas no computador, não sendo realizadas de forma manuscrita.

Ela ainda ressaltou que o único momento em que fica longe do seu carimbo médico nos dias de plantões são nos momentos em que precisa ir ao banheiro e no horário de almoço, e verificando o sistema do Pronto Atendimento, foi constatado que o paciente L.N., não deu entrada no dia 05/05/2024.

O caso foi registrado como Falsidade Ideológica, sendo encaminhado ao setor de investigação.

Compartilhe: