Ir para o conteúdo

sexta-feira, 12 de julho de 2024

Notícias

Policia Civil de Barretos prende mãe e filha por extorsão depois de “trabalho religioso”

As prisões foram na cidade de Sumaré e a vítima teve prejuízo de 100 mil

A Polícia Civil de Barretos prendeu duas mulheres, respectivamente mãe e filha, com idades de 48 e 20 anos, pelo crime de extorsão, sendo as prisões efetuadas na cidade de Sumaré.

De acordo com as informações, na manhã de ontem, os agentes da Delegacia de investigações Gerais (DIG) de Barretos, com o apoio da DIG da cidade de Americana, efetuou a operação no Condomínio das Camélias, em Sumaré, e as prisões são resultado de uma investigação conduzida pela DIG de Barretos, que apura crimes praticados pelas suspeitas em um contexto de suposto “trabalho religioso”.

De acordo com o que foi informado pelo delegado, Dr. Rafael Faria Domingos, a vítima, residente em Barretos, conheceu as investigadas pela internet e as procurou para a realização de tais trabalhos e durante o período de extorsão a vítima sofreu um prejuízo de, aproximadamente, R$100.000,00, em razão das ameaças feitas pelas investigadas.

Durante as buscas, foi apreendido um veículo Ford/Ecosport, que, possivelmente, foi adquirido com o dinheiro da extorsão, sendo as prisões temporárias da mãe e da filha, decretadas por um período de cinco dias, contudo, as prisões poderão ser prorrogadas ou convertidas em prisões preventivas, conforme o avanço das investigações e a necessidade de medidas cautelares adicionais.

Compartilhe: