Ir para o conteúdo

terça-feira, 11 de maio de 2021

Notícias

Polícia Ambiental apreende armas e munições com caçadores

Durante patrulhamento rural pela estrada do Guaritá no município de Guaíra, os Policiais Militares Ambientais, cabo Ewerton e soldado França, ouviram estampidos de disparo de arma de fogo, e então intensificaram o patrulhamento pelas imediações, logrando êxito em abordar cinco caçadores, estando três deles portando armas de fogo e dois com facões.
De acordo com os policiais, os indivíduos estavam em local típico de caça, acompanhados por onze cachorros treinados para caçar e quando perguntados sobre a autorização ou licença para praticar a caça e o porte de armas, eles não apresentaram nenhuma documentação autorizando a caça, mas sobre as armas, foi apresentado o registro de uma espingarda “Puma” com sete munições não deflagradas, mas não o porte.
Uma espingarda Calibre 12 com cinco munições não deflagradas, não possuía documentação e uma espingarda CBC de pressão, a qual foi adaptada para o calibre 22, acompanhada de quatro munições não deflagradas, também não possuía documentação.
Os envolvidos e as armas foram apresentados na delegacia de Barretos, onde o caso foi registrado como ato infracional/porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e porte ilegal de arma de fogo de calibre permitido.
Tendo em vista que nenhum dos caçadores apresentou autorização ou licença para caça, eles foram autuados com multa simples, no total de R$2.500,00, enquanto os cachorros, que não tinham ferimentos e não apresentavam sinais de maus tratos, ficaram sob a tutela dos infratores.
Todas as armas, munições e demais objetos foram devidamente apreendidos.

Compartilhe: