Ir para o conteúdo

sábado, 20 de julho de 2024

Notícias

PF Instaura Inquérito para Investigar Irregularidades em Leilão de Arroz da Conab

Na tarde desta quarta-feira (12), a Polícia Federal (PF) iniciou um inquérito policial para apurar possíveis irregularidades no leilão conduzido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a compra de arroz importado. Segundo a corporação, a investigação foi instaurada após solicitação da presidência da Conab, que expressou preocupação com denúncias de que empresas sem histórico no mercado de cereais teriam vencido o certame.

A própria Conab, juntamente com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Corregedoria-Geral da empresa, requisitou a abertura imediata de processos de averiguação sobre todas as circunstâncias envolvendo o leilão de arroz. Este leilão visa garantir estoques e evitar uma possível escalada nos preços do produto, em decorrência da situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul, maior produtor nacional de arroz.

“Tais medidas visam assegurar toda a transparência nesse processo, prestar contas e proporcionar à sociedade brasileira a tranquilidade merecida”, afirmou a Conab em comunicado.

A decisão do governo federal de cancelar o leilão da Conab foi anunciada no dia anterior (11), interrompendo a aquisição das 263,3 mil toneladas de arroz que seriam importadas para o país. Também nesse mesmo dia, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e Pecuária, Neri Geller, renunciou ao cargo diante de suspeitas de conflito de interesse.

Antes disso, o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, anunciou que o edital para um novo leilão de arroz importado deverá ser publicado dentro de uma semana a dez dias, reiterando o compromisso do governo em lidar com a situação de forma transparente e eficaz.

Compartilhe: