Ir para o conteúdo

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Notícias

Peruanos são presos praticando furto no comércio de Guaíra

Policiais Militares da cidade de Guaíra apresentaram na delegacia de Barretos três pessoas identificadas como L.R.J.L., 32 anos, A.L.J.T.V., 25 anos e P.V.B., mulher, 32 anos, sendo informado que chegou ao conhecimento da Policia Militar que funcionários de uma empresa teriam flagrado e detido um indivíduo praticando furto no interior do estabelecimento.

Quando os policiais lá chegaram, foi informado que o indivíduo, ao tomar conhecimento de que a polícia havia sido chamada, conseguiu fugir deixando para trás as coisas que ele trazia consigo.

De posse das características do homem os policiais saíram em diligencias e abordaram o A.L.J.T.V., de nacionalidade peruana, e em revista junto a ele nada de ilícito foi encontrado, apenas a chave de um carro que ele disse lhe pertencer e que estava próximo.

Verificando o interior do veículo, que estava destrancado, os policiais encontraram o L.R.J.L., escondido em seu interior e em revista junto a ele, também nada de ilícito foi encontrado, contudo, também dentro do carro havia três mochilas com pertences pessoais a uma sacola preta contendo diversas peças de roupa íntima feminina.

Questionados sobre aquelas roupas eles responderam que haviam furtado em uma rede de lojas e em contato com as funcionárias da loja, as mesmas informaram aos policiais que, através das imagens das câmeras, elas identificarem duas mulheres, uma delas vestindo uma blusa azul escura, calça jeans e cabelos cacheados e que no momento que o indivíduo que estava furtando conseguiu fugir, uma mulher também fugiu.

Em nova diligência os policiais localizaram uma mulher com as características mencionadas, que ao ser abordada e questionada, identificou-se como P.B.V., também de nacionalidade peruana, e com ela foi encontrada uma mochila equipada com um dispositivo para bloquear o sinal antifurto.

Todos foram encaminhados ao plantão policial de Barretos, sendo as prisões ratificadas e os homens levados para a cadeia da cidade de Colina, enquanto que a mulher foi levada para a cadeia da cidade de Bebedouro e os objetos apreendidos.

Também foram feitas as devidas comunicações a embaixada do Peru no Brasil.

Compartilhe: