Ir para o conteúdo

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Notícias

Papa Francisco diz que a guerra é inimiga do diálogo universal

O papa Francisco concedeu entrevista à agência pública de notícias da Argentina, a Télam, onde afirmou que a guerra é inimiga do diálogo universal e que as crises são capazes de gerar crescimento tanto a um país quanto a uma civilização.
“O diálogo não pode ser apenas nacionalista, é universal, especialmente hoje com todas as facilidades que existem para nos comunicarmos. É por isso que falo de diálogo universal, de harmonia universal, de encontro universal. E é claro, o inimigo disto é a guerra. Desde que a Segunda Guerra Mundial acabou, até agora, tem havido guerras por todos os lugares. Foi o que me levou a dizer que estamos vivendo uma guerra mundial em pedacinhos.”
Na conversa, o papa aponta situações que propiciam ou favorecem as guerras.
“A exploração é uma das origens da guerra. A outra origem é de tipo geopolítico de controle territorial. Há guerras que parecem infinitas, que nascem por razões culturais, mas na realidade são pelo domínio de território”, avalia.

Compartilhe: