Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de julho de 2024

Notícias

Operadoras de Planos de Saúde Registram Lucro Recorde no Primeiro Trimestre de 2024

No cenário econômico de 2024, as operadoras de planos de saúde conquistaram um resultado histórico no primeiro trimestre, registrando um lucro líquido de R$ 3,33 bilhões, o mais positivo para um início de ano desde 2019. Os dados, divulgados nesta quarta-feira (12) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), refletem um desempenho robusto em todos os segmentos do setor.

Os números revelam que as operadoras exclusivamente odontológicas atingiram um lucro de R$ 187,9 milhões, enquanto as médico-hospitalares alcançaram um resultado expressivo de R$ 3,07 bilhões. Já as administradoras de benefícios contribuíram com um lucro de R$ 66,4 milhões.

É importante ressaltar que, pela primeira vez desde 2021, as operadoras médico-hospitalares fecharam o primeiro trimestre com um saldo positivo na diferença entre receitas e despesas relacionadas à assistência à saúde, alcançando um resultado operacional de R$ 1,9 bilhão. Esse patamar se aproxima dos anos anteriores à pandemia de Covid-19.

Mesmo em um contexto de redução das taxas de juros, a remuneração das aplicações financeiras continua contribuindo significativamente para os resultados das operadoras médico-hospitalares, que acumularam R$ 115,4 bilhões em investimentos até março. No primeiro trimestre de 2024, o resultado financeiro foi positivo em R$ 2,3 bilhões, mantendo-se próximo dos valores observados nos anos anteriores.

Essa redução da sinistralidade, que ocorre desde 2023, é resultado, principalmente, da recomposição das mensalidades dos planos em relação à variação das despesas, especialmente nas operadoras de grande porte. Esse movimento sugere um período de reorganização de contratos no setor, visando recuperar os resultados operacionais em meio ao aumento de beneficiários e à queda das taxas de juros.

Compartilhe: