Ir para o conteúdo

sexta-feira, 12 de julho de 2024

Notícias

Operação Surtur: PF combate desmatamento criminoso na Amazônia Legal

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (26) a Operação Surtur, com o objetivo de combater um gigantesco desmatamento criminoso na zona rural de Castelo do Sonhos, em Altamira (PA), localizado no centro da Amazônia Legal. Segundo informações da PF, a área desmatada é superior a 15 mil hectares, equivalente a mais de 15 mil campos de futebol.

A operação resultou na execução de oito mandados de busca e apreensão em diversas localidades: Novo Progresso (PA), Castelo dos Sonhos e Sinop (MT). Além disso, foram expedidas ordens de sequestro de bens que somam mais de R$ 630 milhões, conforme determinação da Justiça Federal da Subseção de Itaituba (PA).

Em comunicado oficial, a Polícia Federal destacou que as investigações revelaram que várias fazendas próximas, registradas em nome de diferentes pessoas, foram alvo de desmatamento em larga escala. O padrão de desmatamento observado sugere uma ação coordenada entre os posseiros das áreas, caracterizada pela intensidade e rapidez das atividades ilegais.

“Durante as investigações, identificou-se que diversas fazendas próximas, em nome de pessoas diversas, tiveram suas florestas intensamente desmatadas, com característica de ação de desmate em bloco, ou seja, uma decisão em comum entre os posseiros de tais áreas, visto a dimensão e a rapidez dos desmatamentos”, afirmou a PF.

O desmatamento na Amazônia é uma preocupação constante devido aos impactos ambientais diretos, como perda de biodiversidade e aumento das emissões de gases de efeito estufa, além de suas consequências socioeconômicas para as comunidades locais e para o Brasil como um todo, considerando o papel crucial da floresta no equilíbrio climático global.

Compartilhe: