sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Notícias

Operação na “Matinha do Barretos II” prende dois por tráfico de drogas

Policiais Militares da Força Tática, sargento Roberto e cabo Adriano, informaram na delegacia que durante operação na “Matinha do Barretos II”, visando coibir o tráfico de entorpecente, com apoio das viaturas da ROCAM e Tático Comando, fizeram uma abordagem no interior da mata, surpreendendo os indiciados L.G.R., 19 anos e B.C.G., 18 anos.
Em poder do primeiro foram encontrados 8 pinos contendo cocaína e a quantia de R$672,00 em dinheiro, enquanto que o B.C.G., durante a fuga, veio a dispensar um embrulho plástico no chão, sendo ele abordado há 50 metros e em seu poder havia um aparelho celular.
Ao voltarem ao local onde o B.C.G., dispensou o embrulho, os policiais constataram que haviam em seu interior 29 pinos com cocaína, uma porção de crack, 16 pedrinhas de crack já embaladas e prontas para serem comercializadas.
Indagado a respeito, o L.G.R., confessou que estava vendendo entorpecente pelo local, enquanto que o B.C.G., negou a venda de entorpecente, alegando ser usuário e que se encontrava ali para comprar drogas.
Também foi apurado que a “biqueira” é de propriedade do “Smorf”, identificado como M.A.M., o qual estava prestes a chegar ao local para abater o ponto, tendo em vista que as drogas estavam acabando. Indagado se havia mais drogas escondidas em sua casa, o indiciado confessou que havia R$1.000,00 escondido de baixo de seu colchão, e que o dinheiro era proveniente da venda de drogas.
Vale ainda ressaltar que no outro ponto da mata que estava sendo controlado pela viatura do Tático Comando apareceu no local um motociclista conduzindo uma moto, Honda CG, de cor preta, e quando ele seria abordado, seu condutor “jogou” a moto em direção a um dos policiais, que se esquivou para não ser ferido, mas foi possível ele observar que a moto era conduzida pelo “Smorf”, que estava trazendo consigo um embrulho plástico no guidão, não sendo possível sua abordagem.
Diante dos fatos, os Policiais Militares deram vozes de prisões aos indiciados e os conduziram até a delegacia, juntamente com as drogas, dinheiros e telefone celular.
As prisões foram ratificadas, sendo os dois presos levados para a cadeia da cidade de Colina, onde permaneceram a disposição da Justiça.

Compartilhe: