Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Notícias

Notas Gerais

O presidente do Banco…

… Central, Roberto Campos Neto, disse nesta terça-feira (6) que dados preliminares sobre o desempenho da economia no primeiro trimestre mostram que o crescimento pode surpreender positivamente no período. Em palestra durante evento do banco BTG Pactual, Campos Neto destacou que os indicadores mostram que o setor de serviços deve continuar puxando a atividade econômica no país. “Olhando a perspectiva de crescimento do primeiro trimestre, está parecendo que vai surpreender para cima. Essa é a nossa primeira intuição no Banco Central. A gente vê serviços puxando bastante o crescimento “, disse Campos Neto.

 

O juro médio total…

… cobrado pelos bancos no rotativo do cartão de crédito subiu 6,4 pontos porcentuais de novembro para dezembro, informou nesta terça-feira (6) o Banco Central. A taxa passou de 434,4% para 440,8% ao ano. No caso do parcelado, o juro passou de 195,6% para 196,8% ao ano entre novembro e dezembro. Considerando o juro total do cartão de crédito, que leva em conta operações do rotativo e do parcelado, a taxa passou de 91,4% para 89,5%. O Congresso definiu em lei que os juros do rotativo e do parcelado não poderiam ultrapassar 100% do principal da dívida, caso os bancos não chegassem a um acordo sobre o assunto, chancelado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

A farmacêutica japonesa…

… Takeda divulgou, na noite desta segunda-feira (5), uma nota informando que não firmará novos contratos com clínicas privadas e nem com estados e municípios para vender vacinas da dengue. A empresa afirmou que, devido aos dados alarmantes da doença no Brasil, está concentrada em atender de forma prioritária o Ministério da Saúde. “Essa decisão planeja apoiar o Ministério da Saúde no seu propósito de promover o acesso da vacina contra a dengue de forma integral e gratuita para a população brasileira”, diz a nota. A vacina Qdenga começará a ser distribuída ao Sistema Único de Saúde (SUS) nesta semana, segundo o Ministério da Saúde.

O Ministério de Saúde…

… rebateu, na segunda-feira (5), os boatos sobre o uso de ivermectina para tratar a dengue e afirmou que a medicação é ineficaz no combate à doença. “A narrativa falsa foi divulgada em alguns perfis de profissionais da saúde, inclusive com repercussão na mídia, mas sem nenhum dado ou fonte que comprove a afirmação”, disse a pasta. “A ivermectina também não é eficaz em diminuir a carga viral da dengue. O Ministério da Saúde não reconhece qualquer protocolo que inclua o remédio para o tratamento da doença” afirmou. O Brasil enfrenta uma alta significativa de casos de dengue. Até o momento, o país tem 345.235 casos prováveis de dengue e já registrou 36 mortes pela doença neste ano.

 

Membro da Comissão…

… Científica do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), a médica Elisabeth Guimarães alertou nesta segunda-feira (5) que a escolha de pomadas modeladoras de cabelo deve ser feita com cuidado. Esses produtos tiveram uma procura recorde no ano passado, em especial no Rio de Janeiro, nas festas de fim de ano. No período, muitos acabaram no pronto-socorro após o produto derreter com o calor e escorrer para o olho, causando lesões oculares. O mesmo problema já havia acontecido em várias cidades do país, no início de 2023, o que motivou a retirada de vários tipos de pomadas do mercado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Economistas consultados…

… pelo Banco Central mantiveram suas projeções medianas para todas as principais variáveis econômicas, tanto deste ano quanto do próximo, mostrou nesta terça-feira (6) a pesquisa semanal Focus. O levantamento, que capta a percepção do mercado para indicadores econômicos, mostrou que os analistas seguem prevendo alta de 3,81% do IPCA em 2024 e de 3,5% em 2025. A projeção para ambos os anos segue acima do centro da meta oficial, que é de 3%, mas abaixo do teto, de 4,5%. Para 2026 e 2027 a pesquisa continua apontando alta de 3,5% do IPCA – sinal de desancoragem das expectativas de inflação.

O Comitê de Política…

… Monetária (Copom) do Banco Central avaliou, na ata da sua última reunião, que o cenário doméstico tem evoluído como o esperado pelo BC, com um progresso desinflacionário relevante. Contudo, o Copom reforça que a incerteza internacional prescreve cautela à política monetária, frisando que ainda há um longo caminho a percorrer no retorno da inflação à meta. No documento divulgado nesta terça-feira, o Copom reiterou que a desancoragem das expectativas de inflação são um fator de preocupação que requer uma atuação firme da autoridade monetária. Na última quarta-feira (31), o Copom anunciou a quinta redução consecutiva de 0,5 ponto percentual na taxa básica de juros, que foi a 11,25% ao ano.

O governo federal vai…

… investir R$ 4,7 bilhões em rodovias e ferrovias usadas para o escoamento de produção do agronegócio neste ano. O aporte público nos chamados “corredores do agro” foi anunciado pelo ministro dos Transportes, Renan Filho, em entrevista nesta terça-feira (6). Cerca de R$ 2,66 bilhões deste montante está concentrado em ações no chamado Arco Norte; R$ 2,05 bilhões estão no Sul-Sudeste. Uma das metas diz respeito à melhoria de malhas: a ideia é atingir 90% de bom no Norte e 80% no Sul-Sudeste. Em relação às novas obras em rodovias, estão previstas ações, por exemplo na BR-242, que liga o oeste da Bahia a Salvador, e é um pedido do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro.

Compartilhe: