Ir para o conteúdo

sábado, 06 de março de 2021

Notícias

Notas Gerais

Sorteio Nota Fiscal

Um morador da cidade de Campinas foi o ganhador do prêmio de maior valor neste primeiro sorteio da Nota Fiscal Paulista de 2021 e receberá R$ 1 milhão. Nesta 146ª extração do programa também foram sorteados quatro prêmios no valor de R$ 500 mil que saíram para um consumidor de Araraquara, um de Capivari, um de Osasco e um da Capital. No sorteio exclusivo para as entidades filantrópicas, cinco instituições foram premiadas com R$ 100 mil cada. Outras 50 instituições foram sorteadas com prêmios de R$ 10 mil.

Vacinas distribuídas
O Ministério da Saúde divulgou nota na tarde de ontem (19) afirmando que concluiu a distribuição do 1º lote de vacinas para os 26 estados e para o Distrito Federal. Com a medida, a imunização de pessoas contra a covid-19 tem início no Brasil. Foram distribuídas 6 milhões de doses da CoronaVac, do Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A estimativa é que este primeiro lote de doses seja utilizado para imunizar até 3 milhões de pessoas.

Investimentos
O novo defensor público-geral federal, Daniel de Macedo Alves Pereira, tomou posse hoje (19) e pediu mais investimentos para a Defensoria Pública da União (DPU) com a revisão da emenda constitucional do teto de gastos públicos. De acordo com ele, a Defensoria cobre apenas 29% das comarcas, seções e subseções judiciais e, enquanto o Ministério Público Federal tem um orçamento próximo de R$ 7,5 bilhões, com mais de 1,8 mil membros. De outro lado, a DPU conta apenas com 643 defensores federais e um orçamento de R$ 543 milhões.

Índice de Confiança
O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) caiu 2,2% em janeiro de 2021 e passou para 105,8 pontos. Segundo explicou a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que mede o indicador, ainda que tenha registrado a segunda queda mensal consecutiva, o índice permanece no patamar de otimismo, que é acima de 100 pontos pelo quarto mês consecutivo. Na comparação anual houve variação negativa de 16,4%. O presidente da CNC, José Roberto Tadros, destacou que os efeitos da pandemia ainda influenciam a confiança dos comerciantes.

Compartilhe: