sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Notícias

Notas Gerais

Diferença de 18 votos

A eleição do novo prefeito de Araguainha, município com menor colégio eleitoral do país, foi definida pela diferença de apenas 18 votos. No domingo (15), os eleitores da Araguainha, cidade localizada a 471 quilômetros da capital mato-grossense, Cuiabá, elegeu o candidato do PSL, Chiquinho. Ele recebeu 464 votos e derrotou o atual prefeito, Silvinho (DEM), que ficou com 446 votos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o município tem 946 habitantes, e 1.001 eleitores estavam aptos a votar na eleição deste domingo (15).

Eleito aos 95 anos
O mineiro José Braz (PP), de 95 anos, será o prefeito mais idoso do país. A partir de 1º de janeiro ele vai comandar o município de Muriaé (MG). Braz não é estreante na política, o empresário já havia ocupado o cargo na cidade em outros dois mandatos, entre 2005 e 2012. Desta vez, ele teve 42,80% dos votos.
Já os prefeitos mais jovens foram eleitos com 21 anos. Ricardo Maia (PSD), com 49,27%, será o prefeito do município de Tucano (BA), Fernando Cavalcante (MDB) com 54,52%, vai comandar Matriz de Camaragibe (AL) e Rio Grande do Norte, Paulo Henrique (PP), que recebeu 51,01% dos votos será prefeito em Pedra Preta.

IGP-10 subiu em novembro
O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV) subiu 3,51% em novembro. No mês anterior, tinha ficado em 3,2%. No ano, o indicador acumula alta de 21,76% e de 23,82% em 12 meses. No mesmo mês do ano passado, o IGP-10 registrou alta de 0,19% e acumulava elevação de 3,33% em 12 meses. A taxa acumulada nos 12 meses pelo IGP-10 foi a maior desde julho de 2003, quando o índice subiu 26,36%.

Telemedicina
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciou ontem(16) experiência piloto de realização de perícias médicas com uso da telemedicina. A fase de testes vai até o dia 31 de janeiro de 2021. Para o trabalhador ter acesso à perícia por telemedicina, a empresa em que trabalha precisa aderir ao projeto. O INSS disponibilizou às empresas, por meio eletrônico, o Termo de Adesão de Participação da Experiência Piloto de Realização de Perícias Médicas com Uso da Telemedicina (Pmut). Um médico contratado pela empresa terá a responsabilidade de acompanhar o segurado. Com os documentos e informações encaminhadas, o perito do INSS decidirá se concede o auxílio-doença.

Compartilhe: