quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Notícias

Notas Gerais

Seminário de Vendas Online

Estão abertas as inscrições para o Seminário de Vendas Online promovido pelos Correios, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas promovido pelo Sebrae do Distrito Federal. O evento, online e gratuito, será realizado na próxima semana, dias 1º e 2 de outubro. Serão quatro horas de seminário, divididas em dois dias, em que serão apresentadas soluções de baixo custo para logística de distribuição, bem como para a gestão de negócio online, através dos produtos e serviços ofertados tanto pelo Sebrae, quanto pelos Correios. Inscrições na plataforma do Sebrae/DF.

Black Friday 2020
Neste ano, a Black Friday, evento em que diversos estabelecimentos comerciais promovem descontos e promoções, acontecerá no dia 27 de novembro e o Procon-SP orienta os consumidores a aproveitarem data de forma consciente e responsável. O Procon-SP recomenda que o consumidor já deve começar a pesquisar sobre o produto ou serviço de seu interesse – características, funções etc – e, principalmente, verificar qual o preço que está sendo praticado hoje no mercado. O consumidor, pode inclusive fazer um print da tela com o preço ofertado pelo estabelecimento e assim, na hora da Black Friday, pode-se avaliar se o preço é de fato promocional.

Serviço Alternativo INSS
Com o retorno do atendimento presencial nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), os segurados que desejarem evitar aglomerações e filas dispõem de um serviço alternativo para a entrega da documentação para concluir a análise do seu pedido, denominado Exigência Expressa. Por meio do serviço, o segurado pode entregar a cópia dos documentos em uma urna na entrada da agência do INSS mais próxima de sua residência. Para utilizar o serviço, entretanto, é necessário fazer um agendamento prévio, por meio do telefone 135, no aplicativo ou site do Meu INSS.
Trabalho Remoto
O governo federal já economizou cerca de R$ 1 bilhão com o trabalho remoto de servidores públicos durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19). Este valor considera a redução de R$ 859 milhões nos gastos de custeio e a diminuição de R$ 161 milhões nos pagamentos de auxílios para os servidores, entre abril e agosto de 2020. Os dados foram divulgados, ontem (25), em Brasília, pelo Ministério da Economia.

Compartilhe: