Ir para o conteúdo

quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias

Mulher perde R$4.500,00 ao ser vítima de estelionato

Uma mulher de 39 anos, funcionária pública, foi até a delegacia e em seu relato ela informou que estava em seu local de trabalho quando recebeu uma ligação de uma pessoa dizendo ser funcionário do banco em que ela é cliente, e o interlocutor perguntou se a vítima havia feito um agendamento de Pix.

Posteriormente, a conversa foi direcionada para o WhatsApp e então foi enviado para a vítima um comprovante de pagamento (falso) no valor de R$4.500,00, sendo perguntado se ela reconhecia ou não aquela transação bancária.

A vítima então respondeu que não reconhecia e neste momento lhe foi enviado um protocolo para cancelamento, tendo a vítima acessado o aplicativo banco em seu celular e em seguida foi seguindo as orientações da atendente.

Ocorre que a vítima não tinha conhecimento de que, na verdade, ela estava efetuando um pagamento via Pix, e após a transação recebeu a mensagem que o cancelamento foi efetuado com sucesso.

Depois de todo este processo ela consultou sua conta e verificou que foi feito um Pix e que o saldo de sua conta estava negativo, momento em que questionou a pessoa, que lhe respondeu que o processo de estorno do valor seria em 24 horas, contudo, nenhum valor foi estornado para a conta da vítima, que então percebeu ter sido vítima de golpe.

Conforme comprovante, no golpe foi efetuado um pagamento, via Pix, no valor de R$4.500,00, para uma conta que lhe é desconhecida.

Compartilhe: