sábado, 24 de outubro de 2020

Notícias

Mulher acusa ex-companheiro de atear fogo nas roupas após separação

Os Policiais Militares, cabos Brito e Paulino, apresentaram na delegacia a vítima G.C., mulher, 29 anos, moradora no bairro São Francisco e o autor D.A.G., 29 anos, morador no mesmo bairro, tendo a mulher informado que está amasiada com o autor há, aproximadamente, quatro meses, e no horário do almoço eles se desentenderam , tendo a vítima solicitado que o autor deixasse sua casa até as 16h, tendo ele aceitado.
No horário combinado a mulher percebeu que o homem já havia retirado os pertences dele da residência, porém, durante a madrugada, a vítima retornou para a sua casa após ter ficado na casa de seu pai, e quando chegou, percebeu que havia fumaça no interior da residência e o autor se encontrava do lado de fora do imóvel.
Ela então entrou casa e constatou que suas roupas estavam na sala e alguém havia ateado fogo nas peças, sendo que, por sorte, o fogo não se estendeu além das roupas, sendo as chamas contidas por uma amiga da vítima, identificada como “Aline”.
Quando os policiais lá chegaram, conduziram as partes até a delegacia e em seu relato o homem negou ter colocado fogo nas roupas, informando que a autoria foi da “Aline”, que é ex-namorada da vítima e que teria procedido desta forma com o intuito de incriminá-lo.
Porém, a vítima afirmou que a autoria foi do homem e que sua amiga não faria isso, sendo ela orientada sobre prazo e trâmite para ofertar representação.

Compartilhe: