Ir para o conteúdo

terça-feira, 05 de março de 2024

Notícias

Motorista é abordado na rodovia transportando gado em situação de maus tratos

Um motorista de 48 anos foi apresentado na delegacia de Barretos, sendo informado por Fiscais da Coordenadoria de defesa Agropecuária da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, órgão ligado à Secretaria de Agricultura do estado de São Paulo, que mediante agendamento foi realizada uma fiscalização volante na Rodovia Brigadeiro Faria Lima.
Ocorre que durante os trabalhos de fiscalização foi detectado uma situação de maus tratos a animais cometido pelo motorista do caminhão, o qual transportava 30 cabeças de gado no veículo, sendo que dois bezerros estavam em situação de maus tratos, e segundo os fiscais, que também são médicos veterinários, a maioria do gado, aparentemente, estavam magros.
Ao ser solicitada a Guia de Trânsito Animal (GTA), que é o documento de uso obrigatório para a circulação de animais deste porte, o motorista informou que não possuía a documentação e que apenas era o dono do caminhão que transportava a carga, tendo sido contratado para levar o gado, mediante pagamento de frete.
Foram feitos os devidos registros e na delegacia o motorista relatou que foi contratado para transportar 30 cabeças de gado da cidade de Catanduva para a cidade de Guaíra, e que no trajeto foi parado na rodovia pelos fiscais e que em relação a Guia de Trânsito Animal, a pessoa que o contratou pelo transporte teria ficado de enviar quando ele já estava em trânsito pela rodovia, não a tendo recebido até o momento da abordagem, sendo a documentação enviada após ele informar seu contratante sobre os fatos, sendo o documento apresentado.
Ao final o motorista reiterou que apenas estava transportando o gado e que os animais não lhe pertencem e que não cometeu nenhum crime, sendo elaborado um Termo Circunstanciado e o caso encaminhado ao setor competente.

Compartilhe: