Ir para o conteúdo

terça-feira, 05 de março de 2024

Notícias

Motorista de aplicativo é assaltado e agredido por ladrões

Após ser liberado em um canavial, vítima foi até a rodovia pedir ajuda e se reencontra com autores

Um senhor de 58 anos foi vítima de roubo, tendo ele relatado que trabalha como motorista de aplicativo e um colega lhe passou uma corrida, ocasião em que ele se dirigiu até o bairro Luís Spina para transportar dois passageiros com destino a cidade de Colina.

O motorista pegou os passageiros e então seguiu o destino normalmente, passando pelo Viaduto Dr. Salim Abdala Thomé e realizando a rotatória para acessar a rodovia sentido Colina, mas neste momento os dois passageiros anunciaram o assalto e um deles aplicou um “mata-leão”, enquanto que a na outra mão ele tinha uma faca que ficou apontada para o motorista, que ainda foi agredido com socos na orelha esquerda e na região da costela, no lado esquerdo.

O motorista foi obrigado a deixar a condução do carro e passar para o banco do passageiro, onde teve suas mãos amarradas para trás e um dos ladrões assumiu a direção do veículo, tendo o outro ficado no banco do passageiro com a vítima e segurando uma faca.

O ladrão mudou a rota e seguiu com o carro sentido ao Distrito de Laranjeiras, em Colômbia, e quando lá chegaram, adentraram ao distrito e pegaram mais uma pessoa e neste momento a vítima foi jogada no porta- malas e suas mãos foram amarradas em suas pernas, sendo colocada uma toalha em sua cabeça e o trajeto retomado, contudo a vítima percebeu que eles pararam em algum local e um dos ladrões desceu do carro e se despediu dos outros, dizendo: “Não vai fazer nada com o cara não, não vai matar ele não”.

Os ladrões continuaram o caminho e depois pararam o veículo e retiraram a vítima do porta-malas, momento o mesmo constatou que estava em um canavial, sendo ele deixado no canavial, onde o mandaram sentar-se em uma cadeira que estava no carro e depois disseram que iriam realizar um assalto e que retirariam as placas do veículo e o abandonariam, e que iriam deixar no veículo o celular da vítima, seus documentos e R$1.000,00.

Assim que os ladrões deixaram o canavial a vítima se soltou e correu sentido a rodovia, onde começou a andar pelo acostamento e acenar para os veículos, até que em determinado momento, percebeu que um carro parou e para sua surpresa, era o seu veículo com os ladrões, que o mandaram adentrar ao carro, tendo eles falado que não havia dado certo o assalto que iriam praticar, e com isso ele levariam os pertences da vítima.

Em seguida eles retornaram para Barretos e durante o trajeto realizaram uma transferência Pix no celular da vítima, no valor de R$100,00 e no trajeto eles insistiram que iriam pegar o relógio da vítima, tendo o carro seguido para o bairro Paulo Prata, e na Avenida João Baroni, eles pararam e desceram.

De acordo com a vítima, o indivíduo que estava dirigindo trajava camisa na cor verde e calça jeans, sendo ele branco, alto e olhos claros, e o outro indivíduo que estava com a faca usava boné branco, máscara e um paletó preto, enquanto quer o terceiro participante que posteriormente foi pego usava roupas na cor branca/bege.

A vítima queixava-se de dores em razão das agressões sofridas, sendo o caso encaminhado ao setor de investigação.

Compartilhe: