sexta-feira, 03 de julho de 2020

Notícias

Motociclista morre após acidente com ciclista em Olímpia

Na delegacia esteve o motorista N.C.M., 44 anos, morador na cidade de Cajobi, informando que seu irmão, Robson Rodrigo Macedo, 38 anos, que morava no Jardim Santa Efigênia, na cidade de Olímpia, foi a óbito depois de ter se envolvido em um acidente de trânsito.
Segundo consta, no dia 31de maio, por volta das 18h30, Robson foi socorrido pelo SAMU, sendo levado até UPA daquela cidade, onde foi atendido apresentando parada respiratória, sangramento pela cavidade oral e nasal, múltiplas escoriações, fratura dos ossos da face otorragia.
Foram prestados todos os socorros, porém, a vítima não resistiu e faleceu.
O acidente
Informações dão conta que as equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Samu, foram acionadas a comparecerem ao cruzamento da Avenida Constitucionalista com a Rua Candido Bruniera, Jardim Santa Efigênia, e quando eles lá chegaram se depararam com duas vítimas, sendo constatado que Robson Rodrigo Macedo conduzia a motocicleta Honda Strada, com placa da cidade de Tabapuã, enquanto que a outra vítima, um jovem de 21 anos, trafegava pelo local com uma bicicleta.
O motociclista apresentava vários ferimentos, inclusive suspeita de traumatismo craniano, sendo informado também que ainda no local ele apresentou parada cardiorrespiratória.
O condutor da bicicleta foi identificado como D.S.S., 21 anos, e ele foi socorrido com algumas escoriações e se apresentava confuso, sendo levado para a UPA, onde passaria por exames de Raio X.
Ainda foi apurado, preliminarmente, que Robson trafegava pela Avenida Constitucionalista, mãe de direção, perfazendo o sentido centro/bairro, enquanto o ciclista trafegava pela mesma avenida, porém, em sentido oposto, momento em que o ciclista fez a conversão a esquerda para adentrar a Rua Candido Bruniera, vindo a ocorrer uma forte colisão entre a moto e a bicicleta, que resultou na morte de Robson Rodrigo Macedo, que era casado e pai de uma filha, sendo o seu corpo foi trazido para o IML de Barretos e depois liberado a família.

Compartilhe: