Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de julho de 2024

Notícias

Milhões de Trabalhadores Podem Sacar Abono Salarial a Partir de Hoje

A partir desta segunda-feira (17), cerca de 4,26 milhões de trabalhadores brasileiros com carteira assinada, nascidos nos meses de julho e agosto, terão acesso ao saque do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) referente ao ano de 2024. A liberação do benefício totaliza R$ 4,5 bilhões, sendo R$ 3,9 bilhões destinados ao PIS e R$ 613 milhões ao Pasep.

O pagamento segue o calendário estabelecido de acordo com o mês de nascimento do trabalhador para o PIS e o número final de inscrição para o Pasep. Os saques poderão ser realizados através do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital ou pelo Portal Gov.br. O período de liberação dos valores vai de 15 de fevereiro a 15 de agosto de 2024.

Além disso, neste mês de junho, o governo continua antecipando o pagamento para trabalhadores do Rio Grande do Sul que nasceram de setembro a dezembro e que regularizaram sua situação após 15 de maio. A medida beneficiará 3.109 trabalhadores, totalizando recursos de aproximadamente R$ 3,5 milhões. No mês passado, 756.121 trabalhadores gaúchos afetados por enchentes já haviam recebido a antecipação do abono.

Para todo o Brasil, a expectativa é que sejam distribuídos aproximadamente R$ 27 bilhões em abonos salariais este ano. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) estima que 24,87 milhões de trabalhadores terão direito ao benefício em 2024, sendo 21,98 milhões deles da iniciativa privada (PIS) e 2,89 milhões servidores públicos, empregados de estatais e militares (Pasep).

Os pagamentos serão realizados pela Caixa Econômica Federal (PIS) e pelo Banco do Brasil (Pasep), seguindo o tradicional formato de seis lotes divididos de acordo com o mês de nascimento (PIS) ou número final de inscrição (Pasep). O calendário de saques começará nas datas estabelecidas para cada lote e se estenderá até 27 de dezembro de 2024. Após esse prazo, eventuais saques deverão aguardar convocação especial do Ministério do Trabalho e Previdência.

Compartilhe: