Ir para o conteúdo

sábado, 22 de janeiro de 2022

Notícias

Médico destaca que Tricologia pode salvar a calvície do homem e da mulher

Não é só uma percepção pessoal, a cada dia os homens estão mais vaidosos, assim como as mulheres. A diferença hoje em dia é que com novos tratamentos, ficou mais fácil acabar com a temida calvície, de forma mais simples e adequada.
Em estudo realizado em 2020 pela International Society of Hair Retoration, concluiu-se que cerca de 62% dos participantes concordam que o cabelo é importante para a carreira e 75% dos homens sentem-se menos confiantes ao lidar com o sexo oposto, tornando um problema para a autoestima. Não que isso não aconteça com as mulheres, apesar de ser uma parcela menor, algumas também sofrem com a calvície.
Muita gente associa a perda de fios a algumas épocas do ano, outras a reações por conta de tratamentos químicos como progressiva e tinturas. Mas além disso, a falta de vitaminas e alimentação não adequada também influenciam a queda de cabelos que a longo prazo e pode abrir brecha para quem já tem tendência a se tornar calvo ou prejudicar os fios.
Sendo assim, um tratamento tem se destacado nesse cenário, a tricologia – ainda não tão conhecida – é uma especialidade médica que estudo fios, couro cabeludo e pelos. O tratamento inclui diagnóstico e tratamento das causas que estão levando a queda de cabelo, ou inflamações e infecções do couro, de acordo com o perfil de cada paciente.
O profissional que atua diretamente na saúde capilar do cabelo, aplica soluções e tratamento com desintoxicação, aumento de oxigenação, além de distribuição de nutrientes. Tão importante como a estética, o tratamento clínico é ideal para que o efeito estético seja visível, já que é necessária a passagem livre entre o fio e o couro cabeludo. “Através de procedimentos como medicações via orais ou aplicação no próprio couro cabeludo, o paciente pode ter melhora na queda capilar e na reconstituição dos fios, através de vitaminas, ou shampoos e fórmulas manipuladas, de acordo com a necessidade e estágio que a queda se encontra”, afirma Silvio José de Oliveira Junior, médico pós-graduado em Tricologia Médica Clínica e Cirúrgica, integrante da Clínica Unique.

Compartilhe: