Ir para o conteúdo

sexta-feira, 12 de julho de 2024

Notícias

Médica diz que 88% dos atendimentos na UPA deveriam ser feitos nas UBS

A Câmara Municipal de Barretos promoveu uma Audiência Pública para discutir políticas públicas na área da saúde, com foco em propostas para melhorias no curto, médio e longo prazo.

Durante a audiência, Laís Caroline Almeida Paiva, coordenadora da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Barretos, abordou a complexidade do atendimento na unidade. “Falar da UPA é um assunto polêmico. Sou médica de família e, ao assumir a coordenação da UPA, enfrentamos desafios devido à falta de educação e saúde na população. Hoje, 88% dos atendimentos na UPA são de casos não graves que deveriam ser direcionados à Atenção Primária”, afirmou.

Paiva destacou a necessidade de educar a população sobre quando procurar a UPA e quando buscar atendimento primário. “Nosso objetivo é mostrar que cada paciente deve ser atendido no local adequado para resolver sua demanda. Isso reduziria os problemas causados pela sobrecarga de atendimento na UPA.”

Legenda: Laís Caroline Almeida Paiva, representante da organização responsável pela gestão da UPA

Compartilhe: