Ir para o conteúdo

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Notícias

Mãe de criança de 4 anos, acusa pedreiro de estupro de vulnerável

O investigado W.P.S., 32 anos, pedreiro e a faxineira T.C.C.S., mulher, 25 anos, mãe de uma garotinha de 4 anos, foram apresentados na delegacia de Barretos após o homem ter sido acusado de estupro de vulneral, tendo a criança de 4 anos na condição de vítima.
Segundo consta, a Polícia Militar da cidade de Guaíra, foi acionada pela mãe da criança e em relato ela informou que o investigado estaria ajudando em uma mudança e quando ele estava com suas filhas no sofá, teria colocado a mão da criança em suas partes intimas e isso teria sido presenciado por ela e por sua outra filha menor.
No momento do depoimento da mãe da criança o investigado não se encontrava pelo local e então os policiais, em companhia da mãe da criança, foram até a residência dele, mas também não o encontraram, porém, enquanto aguardavam em uma pousada em frente a residência dele, local de trabalho da mãe da criança, o investigado apresentou-se espontaneamente e negou os fatos.
Na delegacia, ouvido formalmente, o investigado afirmou em síntese que conhece a mãe da criança da pousada onde ela trabalha e a ajudou em uma mudança de residência, mas que não molestou a criança conforme por ela alegado e que assim que tomou conhecimento de que os policiais estavam a sua procura, ele dirigiu-se até a pousada e apresentou-se espontaneamente para esclarecer os fatos.
Ao final, foi determinado pelo delegado que fosse elaborado o registro policial, sendo o caso encaminhado ao setor competente, visando uma investigação mais aprofundada, visando à busca da verdade dos fatos.

Compartilhe: