Ir para o conteúdo

sábado, 22 de janeiro de 2022

Notícias

Lei obriga pacientes serem atendidos por médico qualificado, afirma Dr. Fauze

Em entrevista à Rádio Jornal, o médico Fauze José Daher, ex-diretor clínico da Santa Casa, discorda da alta médica dada a um paciente de 80 anos, após dar entrada na UPA com estado bem debilitado e não obter vaga na Santa Casa, afirmou que a legislação obriga qualquer paciente que chegue a um pronto atendimento ou a um pronto socorro de hospital, ter que ser atendido por um médico. “Esse caso tinha que ir diretamente para a Santa Casa, ao invés de ser levado a Unidade de Pronto Atendimento. A UPA está desaparelhada, prédio desgastado e com a atendimento à custa de jovens profissionais aprendizes. É inaceitável essa situação, do paciente ter que ir primeiro a UPA para voltar a Santa Casa, num desrespeito à condição do paciente. Tem imperado preocupação com despesas e arrecadação antes que com a condição de saúde do usuário”, explicou Dr. Fauze, completando – “E não há que reclamar de falta de recursos, com a abundância de dinheiro que tem vindo das altas instancias do Governo”.
Segundo o médico, essa situação já foi denunciada ao Ministério Público há 2 anos e até o momento insiste-se em descumprir as normas de saúde. Os diretores da UPA foram procurados na tarde de ontem , mas não foram localizados.

Compartilhe: