Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de abril de 2024

Notícias

Legislação prevê multa de até R$ 350 mil para quem manter focos do mosquito Aedes

Cláudia Costa, gerente de serviços de Saúde, lembrou que além das ações especiais em pontos críticos, o Controle de Vetores continua realizando seu trabalho diariamente. “Esta é uma ação intensificada nesse período, mas ao longo do ano todo os agentes de controle de vetores trabalham todos os dias nas visitas a residências orientando a população.

Também é realizada a nebulização nos imóveis próximos aos locais em que são confirmados casos de dengue”, destacou. Cláudia lembrou que na nebulização é utilizado o repelente recomendado pela Vigilância Estadual.

“Acontece que o repelente mata o mosquito que está voando, não a larva. Por isso, a população precisa eliminar os criadouros no seu quintal e dentro da residência, senão no dia seguinte novos mosquitos estão se reproduzindo”, afirmou.

De acordo com o setor, a legislação prevê que a autuação pode variar de R$ 350 a R$ 350 mil; o valor varia conforme o agravo, que leva em conta se o responsável já foi orientado anteriormente e há reincidência de foco do mosquito.

Compartilhe: