Ir para o conteúdo

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Notícias

Laudo médico de jovem acusado de matar Nilza Costa aponta insanidade mental

Um laudo médico assinado pelo psiquiatra forense Hewdy Lobo Ribeiro e uma equipe de psicólogos apontou que Leonardo Silva, 18, acusado de matar e enterrar o corpo de Nilza Costa Pingoud, 62, no quintal da casa dela, apresenta, pelo menos, três tipos de transtorno mental.

O documento foi solicitado pela defesa dele, que, a partir dos resultados, entrou com um pedido de incidente de insanidade mental perante à Justiça.

O laudo apontou que o acusado apresenta: Transtorno de Personalidade Esquizoide, Transtorno de Personalidade com Instabilidade Emocional – Comportamentos Impulsivos, e outros Transtornos Mentais e Comportamentais Devidos ao Uso de Múltiplas Drogas e ao Uso de Outras Substâncias Psicoativas.

Segundo Hewdy Lobo Ribeiro, a avaliação das informações prestadas por Leonardo e pela mãe dele leva ao entendimento psiquiátrico forense e psiquiátrico jurídico de que o acusado apresenta transtornos mentais graves, enquadrando-se na população que necessita de cuidado e tratamento em saúde mental e física.

O julgamento de Leonardo está marcado para acontecer no dia 15 de dezembro. O juiz Luciano de Oliveira Silva ainda não decidiu se aceita ou não o pedido de insanidade mental.

Compartilhe: