Ir para o conteúdo

terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Notícias

Ladrões armados rendem e ameaçam idosa e roubam joias e dinheiro no bairro Nogueira

A senhora R.M.C.S., 74 anos, foi vítima de roubo em sua residência no bairro Nogueira, tendo ela informado que ela estava sozinha em sua casa durante a noite, quando, de repente, um indivíduo surgiu e tapou sua boca anunciando que se tratava de um assalto.
Logo em seguida chegaram dois outros indivíduos e eles passaram a vasculhar a casa e sempre pediam dinheiro e joias para a vítima, que percebeu que o indivíduo que a segurava era branco, baixo, “meio forte” e tinha a tatuagem de um “garfo” em seu pescoço, ao que parece do lado esquerdo.
Os ladrões também perguntaram para a idosa quando iria chegar pessoas na casa e chegaram a retirar a TV do suporte da cozinha, porém, não a levaram, assim como desmontaram o aparelho celular da vítima, mas também não levaram, viram os cartões bancários da vítima e também não quiseram roubar, tendo um deles falado que o “patrão” deles é que havia mandado eles lá para praticarem o roubo.
Posteriormente foi verificado através de câmeras de monitoramento que os ladrões chegaram em um veículo Fiat Uno, branco, tendo a vítima informado que o portão estava trancado e como não houve arrombamento, ela acredita que os indivíduos tenham adentrado ao quintal passando por uma casa vizinha, que está abandonada, porém, ainda assim eles precisariam escalar um muro de cerca de 1,70 m de altura, com concertina e cerca elétrica.
Um segundo indivíduo foi descrito como pardo, cerca de 1,75m de altura, usava capuz e estava armado de revólver, e este ameaçava a vítima dizendo que se ela não mostrasse onde estava o ouro, ele iria matá-la.
O terceiro indivíduo a vítima quase não viu, mas observou que ele usava máscara e ficou revirando a casa, acreditando que todos usavam calça jeans.
Ao final os ladrões roubaram diversas joias, quantia de R$785,00 em dinheiro e as chaves do portão e da porta da casa, e assim que eles saíram do local, a vítima ligou para sua filha e para a Polícia Militar, que lá esteve e a orientou a registrar os fatos na delegacia.

Compartilhe: