Ir para o conteúdo

terça-feira, 02 de março de 2021

Notícias

Impossibilitada de ajudar a Viasa, Prefeitura mantém notificação extrajudicial

Em reunião com funcionários da empresa Viasa e do Sindicato dos Condutores, juntamente com a prefeita, secretários e vereadores foi tratado na tarde de ontem, a situação do transporte coletivo na cidade de Barretos, que tem greve agendada a partir de segunda (18), a meia noite. No encontro, a chefe do executivo de Barretos, Paula Lemos esclareceu mais uma vez as condições jurídicas e a impossibilidade de qualquer solução por parte da municipalidade, especialmente na questão da ilegalidade do subsídio e da vedação da Lei Complementar Federal nº 173/2020. “Sabemos da importância do serviço, mas na atual circunstancia, não há o que se pode fazer dentro da legalidade. Meu governo só atuará dentro dos estritos limites da lei”, concluiu.
O advogado do sindicato dos condutores, Helmut Aguiar, explicou que a reunião foi muito esclarecedora para a classe. “A prefeita explanou o que está dentro dos princípios legais. Vamos conversar agora com o proprietário da empresa para saber a posição dele. Sabemos da notificação feita à Viasa pela Prefeitura para cumprimento dos seus deveres em relação ao pagamento da classe, conforme está no contrato de concessão, e acreditamos que a melhor solução é uma rescisão amigável para ajudar os funcionários e suas famílias”, apontou.
O funcionário da empresa, Emiliano de Paula, que participou da reunião representando os demais colegas da Viasa, afirmou que dos 28 ônibus previstos para circulação, conforme o contrato, apenas sete estão no serviço. “Temos aí a possibilidade de greve, vamos conversar com o dirigente da empresa para resolver a questão que não podemos deixar para amanhã, tem que ser hoje. Vamos buscar a melhor forma, explicar para ele as dificuldades que estão passando os funcionários e suas famílias. Entendemos o lado da Prefeitura, as questões legais e não vejo outro caminho senão uma rescisão amigável, colocando um ponto final”, salientou.

Compartilhe: