Ir para o conteúdo

domingo, 16 de junho de 2024

Notícias

Homem que planejou ataque a bomba no aeroporto de Brasília vai para regime semiaberto

A Justiça do Distrito Federal concedeu regime semiaberto a George Washington de Oliveira Sousa, apontado como responsável pelo plano de ataque à bomba no Aeroporto de Brasília no Natal de 2022. Com essa decisão, Sousa terá o direito de ficar fora da prisão durante o dia e retornar à noite, além de poder trabalhar fora do presídio, conforme determinado pela juíza Francisca Danielle Vieira Rolim Mesquita.

A defesa de Sousa, representada pela advogada Rannie Karlla Monteiro, informou que a juíza negou saídas temporárias devido à ausência de visitas durante o período em regime fechado. A defesa afirmou que irá providenciar documentos para garantir esse direito.

A progressão para o regime semiaberto foi concedida após Sousa cumprir 16% de sua pena, que foi estabelecida em 9 anos e 8 meses de prisão pela tentativa de atentado no Aeroporto de Brasília.

Após sua prisão, a Polícia Civil do Distrito Federal encontrou um arsenal, munições e explosivos na residência de Sousa. Ele é considerado um dos mentores do plano de ataque que seria realizado na véspera de Natal de 2022. A bomba, que tinha a força de uma dinamite, foi encontrada em um caminhão-tanque que deveria entrar no Aeroporto Internacional de Brasília, porém não foi acionada devido a um erro técnico.

A investigação apontou que os artefatos foram transportados do Pará para Brasília, e o plano de atentado foi organizado nas proximidades do Quartel-General do Exército, onde manifestantes bolsonaristas estavam acampados, reivindicando o resultado das eleições de 2022.

Compartilhe: