Ir para o conteúdo

terça-feira, 13 de abril de 2021

Notícias

Guaíra iniciou Lockdonw na noite de ontem e prefeito afirma que cidade vive colapso na saúde

A prefeitura de Guaíra decretou lockdown na cidade até o dia 7 de abril. No documento, consta que até às 05h do dia 07 de abril (quarta-feira), fica proibido o atendimento presencial pelos estabelecimentos que exerçam as respectivas atividades ou similares, como comércio em geral; prestadores de serviços em geral; bares e restaurantes; salões de beleza e barbearias; academias de esportes de todas as modalidades, centros de ginásticas e estabelecimentos congêneres; educação complementar não regulada; eventos, convenções e atividades culturais; atividades de construção civil, incluídas as lojas de tintas e de materiais para construção; supermercados, hipermercados, açougues, padarias, cerealistas e congêneres; serviços nas agências bancárias, lotéricas, cooperativas de crédito ou estabelecimentos congêneres. Pelo decreto, os estabelecimentos poderão realizar suas atividades utilizando-se dos serviços de entrega “delivery”, nos supermercados e outros que vendem alimentos.
O prefeito interino de Guaíra, Edvaldo Donisete de Morais, afirmou que devido ao colapso do sistema de saúde da cidade e da região, já que não existe mais vagas disponíveis na Santa Casa da cidade e nos hospitais da região. “Nós não temos mais onde colocar os pacientes e para onde mandar os pacientes que necessitam de um leito de UTI, e devido ao colapso, chegamos á conclusão que não tem outra alternativa que não fosse o lockdown”, afirmou Edvaldo.
De acordo com o prefeito de Guaíra, Edvaldo Morais, através dessa atitude, o objetivo é salvar vidas. “Nós vamos fazer de tudo para que mais óbitos não aconteçam”, afirmou o prefeito.
Mortes
Entre as mortes de Guaíra, faleceram nessa semana, dois irmãos que eram proprietários de uma madeireira da cidade.

Compartilhe: