sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias

Geral Policial

Canil e ROCAM apreendem menor traficando drogas no Conjunto Newton Siqueira Sopa

Policiais Militares da Equipe do Canil, cabos Fábio e Joaquim, com a cadela Luma e cão Dag, apreenderam o menor G.H.S.F., 17 anos, morador no bairro Santa Cecília, o qual estava praticando o tráfico de drogas na Avenida Abdo Daher, conjunto Newton Siqueira Sopa.
Em relato os policiais informaram que eles receberam denúncia de que dois indivíduos negros, que trajavam camisetas na cor azul, estariam vendendo drogas na entrada do Bloco 19, no bairro Newton Siqueira Sopa.
Foi solicitado apoio aos Militares, tenente Vilela e cabo Anderson Arábia, além dos policiais da ROCAM, cabos Rodrigo e Wladimir, e assim que as equipes lá chegaram, visualizaram dois indivíduos com as mesmas características da denúncia, e assim que eles perceberam a chegada dos policiais, empreenderam fuga, passando pelo Bloco 19, depois eles pularam o muro da AABB e saíram em gente a Praça do bairro Pedro Cavalini.
Em seguida eles tomaram rumo a Rua José Galati, tendo um deles pulado o muro de uma residência, enquanto o menor infrator correu em direção à viatura, vindo a ser detido e revistado.
Em poder dele foi encontrada a quantia de R$151.00 em botas diversas e dentro de sua cueca havia um recipiente de metal contendo cem pedriscos, mais alguns fragmentos de crack.
Ao ser indagado ainda no local o menor confessou a prática do tráfico de drogas, alegando estar desempregado e com dividas para pagar, estando vendendo cada pedra de crack ao valor de R$10.00, não informando quem era o indivíduo que fugiu.
Na delegacia o caso foi registrado pelo escrivão Jeová de Paula, sendo determinado pela delegada, Dra. Denise Vichiato Poizelli, que a droga e dinheiro fossem apreendidos, sendo o menor recolhido em uma cela, separado dos maiores, devendo no momento oportuno, ser apresentado a um representante do Ministério Público.

Vítima tem mais de cinco mil furtados em seu guarda roupa

Moradora no bairro Cecap 1, a senhora A.C.C.P., 51 anos, foi vítima de furto em sua residência.
Segundo o que foi relatado pela vítima, pelo período de quinze anos ela conviveu o G.A.A.B., 51 anos, e no final de semana eles saíram para comer pasteis na Região dos lagos.
Ocorre que teve um desentendimento entre o casal, momento em que a vítima disse ao homem que o levaria até a casa da irmã dele, porém, ele disse que precisava ir até a casa da vítima pegar uma mochila com seus pertences pessoais.
No dia seguinte, verificando suas coisas, a vítima deu pela falta de R$5.400.00, que ela havia guardado no interior de uma bolsa que estava dentro do guarda roupa, os quais seriam para pagar suas contas posteriormente.
O caso foi encaminhado ao setor de investigação.

Homem diz ter sido ameaçado por mulher armada com faca

Na delegacia esteve o representante comercial G.A.A.B., 51 anos, e ele afirmou que durante 14 anos ele foi amasiado com a A.C.C.P., 51 anos, porém, em setembro de 2019, o casal achou por bem separar.
Ocorre que havia algumas pendencias e em razão disso eles continuaram a conviver na mesma casa, mas de uns tempos pra cá, por razões de ciúmes, por várias vezes a mulher lhe ameaçou com faca e lhe proferiu ofensas com palavras de baixo calão.
No dia anterior ao registro da ocorrência a mulher voltou a ameaçar a vítima, vindo a se apossar de uma faca e dizer ao homem que ele não sairia inteiro do relacionamento.
Ainda de acordo com o homem, com agilidade e moderada força, ele consegui retirar a faca das mãos da autora e em seguida saiu de casa, indo buscar abrigo na casa de sua irmã e depois optou por registrar os fatos, não tendo interesse em representar contra a autora.

Compartilhe: