Ir para o conteúdo

terça-feira, 21 de maio de 2024

Notícias

Furnas realizará simulação de emergência da Usina Hidrelétrica de Porto Colômbia

A Eletrobras Furnas realizará, durante esta semana, um simulado do Plano de Ação de Emergência (PAE) da Usina Hidrelétrica de Porto Colômbia com a população, visando preparar os moradores para os procedimentos a serem seguidos em caso de emergência. O evento acontecerá entre os dias 15 e 17 deste mês.

Segundo a empresa, o PAE é um plano exigido por lei e foi revisado no final do ano passado, estabelecendo as ações a serem executadas em uma eventual evacuação de emergência, com o objetivo de evitar tragédias como as de Mariana e Brumadinho.

As atividades do simulado incluirão uma palestra na Escola Estadual Dona Alice Fontoura de Araújo, em Colômbia (SP), na quarta-feira, dia 15, às 14h30; outra palestra na Escola Estadual Alysson Roberto Bruno, em Planura (MG), na quinta-feira, dia 16, às 07h45; e o simulado prático que ocorrerá pela manhã em Planura, na sexta-feira, dia 17.

Conforme a Defesa Civil, o simulado será realizado em Planura, já que o município de Colômbia não possui residências nas áreas de risco na zona rural.

“Furnas está elaborando o Plano de Ação de Emergência (PAE) e devido à posição geográfica do município de Colômbia, não haverá o simulado porque não possui moradias nas áreas de risco na zona rural, como ocorre em Planura, onde foram construídos loteamentos nas áreas rurais com risco de inundação, caso venha a ocorrer algum problema na estrutura da barragem”, explicou a coordenadora da Defesa Civil de Colômbia, Maria Inácia Macedo Freitas.

O plano está sendo executado com a colaboração da comunidade e deverá ser implementado em todas as cidades próximas às hidrelétricas, visando à segurança e à prevenção.

De acordo com Furnas, não há problemas com nenhuma das barragens da região, que são seguras e constantemente monitoradas, inspecionadas e fiscalizadas. Medidas como a simulação, implementação de sirenes, sistemas de alerta e placas indicativas estão sendo adotadas para cumprir a lei de 2010, que estabelece a Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB) e uma Resolução Normativa de 2023 da Aneel.

Compartilhe: