quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Notícias

Excesso de velocidade em trecho urbano da rodovia Faria Lima preocupa morador e secretário avalia como imprudência

Na noite da última quarta-feira (3), um grave acidente envolvendo uma carreta Iveco de Brasília e um Corcel de Colina, deixou 8 feridos na rodovia Brigadeiro Faria Lima, no trecho de perímetro urbano, que é de concessão da concessionária Tebe Rodovias. Neste trecho, o limite de velocidade estabelecido é de 90 km/h e com o crescimento da cidade, a instalação de novas empresas, cresceu muito e o fluxo de veículos trafegando na rodovia, ao longo do dia e principalmente nos horários de pico.
O morador do bairro América, João Bono, que reside na avenida 13, nas margens da rodovia, afirmou que apesar de haver o limite estabelecido, é constante o número de veículos que superam a velocidade estabelecida para o trecho de pista dupla. “Os veículos, carretas e caminhões, passam com velocidade muito grande, acima de 100 km/h. A gente está sempre aqui andando próximo à rodovia e observa o excesso de velocidade”, afirmou João.
Para o munícipe, a implantação de um radar seria uma forma para diminuir a velocidade neste trecho. “Além desse acidente do Corcel, há 15 dias tivemos outro acidente, onde um carro em alta velocidade colidiu contra o guard rail e muitos outros que já vi”, afirmou.
O secretário de Ordem Pública da Prefeitura de Barretos, Cláudio Muroni, disse que o trecho é de responsabilidade da TEBE e DER, mas considera que a velocidade de 90 km/h no perímetro urbano é suficiente. Segundo ele, alguns acidentes que ocorrem são por imprudência e desatenção. “Precisa de um pouco de consciência de cada motorista para respeitar os limites de velocidade ou implantação de radares para fiscalizar essa velocidade”, afirmou Muroni.

Compartilhe: