Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Notícias

Estelionatário aplica golpe e vítima, por pouco, não toma grande prejuízo

Morador no bairro Nova Barretos, a vítima E.P.F., 33 anos, noticiou na delegacia que ele interessou-se em uma publicação de venda de uma motocicleta Honda Titan, ano 2013, ao valor de R$ 7.500,00 que foi publicado por uma pessoa que se identificou como “Anderson”, e ao efetuar contato com essa pessoa, o mesmo disse que a motocicleta era de seu irmão e que toda a transação seria efetuada por ele, vindo a fornecer o número de seu celular.

Em contato pelo Whatsapp, o suposto vendedor informou que a moto estava em poder de seu irmão, fornecendo o endereço dessa pessoa para a vítima verificar o veículo, bem como solicitou o documento da vítima (RG) e endereço para estar adiantando o preenchimento do recibo, sendo isso efetuado.

O “vendedor” ainda pediu para a vítima que falasse muito pouco com seu irmão sobre a transação da venda, e então a vítima foi até o local indicado e após verificar o veículo, efetuou um Pix para uma conta fornecida por “Anderson”, no valor de R$ 750,00, sendo este o valor errado devido um lapso da vítima, que ao verificar o erro, efetuou o segundo Pix no R$6.750,00.

Ocorre que após o pagamento a pessoa que seria o irmão do “vendedor” se recusou entregar o veículo alegando que não recebeu o dinheiro pago pela vítima, e então, assustado com a situação, a vítima, com a ajuda de seu pai, entrou em contato com o banco e conseguiu estornar o valor do Pix de RS 6.750,00.

Mesmo com o CRV preenchido em nome da vítima, o dono da moto não fez a entrega do veículo e afirmou que não conhecia o vendedor, negando-se também a reconhecer firma do documento CRV.

Compartilhe: