sexta-feira, 03 de julho de 2020

Notícias

Discussão, agressão, perseguição e disparos de arma de fogo são registrados em ocorrência na cidade de Bebedouro

Os Guardas Civis Municipais de Bebedouro, Abner e Simone, apresentaram na delegacia as vítimas M.H.S., auxiliar de serviços gerais, 22 anos e V.N.A.D., também auxiliar de serviços gerais, 21 anos, moradores naquela cidade.
Em relato a vítima M.H.S., informou que estava em um bar, no bairro São Carlos, em companhia de namorada, e no local também estava um sujeito apelidado por “Cabeça”, morador no Jardim Alvorada, o qual estava filmando a vítima com um telefone celular.
A vítima então questionou o “Cabeça” sobre o porquê de ele estar lhe filmando, momento em que o mesmo ficou rindo e disse que não estava filmando, mas pegou o celular e fez uma ligação.
Nesse ínterim, chegou ao bar a outra vítima, V.N.D.A., em companhia de sua namorada, e os dois casais ficaram conversando, pois são amigos. Em determinado momento os dois homens foram jogar bilhar e alguns minutos depois chegaram ao local, em um carro branco, os indivíduos conhecidos por “Bornal” e “Rafael”, os quais foram conversar com o “Cabeça”. Em seguida, “Rafael” se aproximou dos dois amigos que estavam jogando bilhar e perguntou “qual era a deles”, e em seguida tentou agredir com um soco o V.N.D.A., que conseguiu se desviar, tendo o “Rafael” levado a mão na cintura e tentado sacar um revólver, sendo foi contido pelo “Bornal”.
A discussão continuou e então “Rafael” novamente tentou sacar a arma, mas acabou derrubando-a ao chão, oportunidade em que o V.N.D.A., lhe desferiu um golpe com um taco de bilhar e saiu correndo, assim como seu amigo M.H.S., e então o “Rafael” pegou o revolver e efetuar três disparos em direção ao V.N.D.A., contudo, não o acertou.
As duas vítimas correram sentido ao bairro Novo Lar, mas para ruas distintas, sendo que o V.N.D.A. pulou um muro e se escondeu dentro de uma casa e, depois de alguns segundos, viu que um carro branco parou próximo a um posto de combustíveis e de seu interior desceram “Bornal”, “Rafael” e “Cabeça”, que ficaram xingando e proferindo ameaças achando que a vítima estava escondida em uma matinha existente ali perto. Depois disso um deles disse: “Vamos atrás do outro”, e então eles entraram no carro e foram atrás da vítima M.H.S., que estava correndo na via publica, sendo alcançado pelos três na Rua Adriano Garrido, momento em que ele tentou se esconder no quintal de uma casa, entretanto, os três indivíduos se aproximaram e “Rafael” desceu do carro e adentrou ao quintal da residência dizendo: “Chegou sua hora negrinho, vai morrer agora”, (sic) e efetuou quatro disparos em direção da vítima, porém ele errou e os projéteis atingiram a parede nos fundos do imóvel.
A vítima então conseguiu pular o muro para o quintal da casa vizinha onde ficou escondido até que os três homens fossem embora.
Os Guardas Municipais conseguiram apurar preliminarmente que o veículo usado pelos investigados era um GM/Cobalt, branco, sendo constatado que o M.H.S., sofreu ferimentos ao pular os muros, sendo ainda relatado pelas vítimas que eles não conhecerem os indivíduos, mas os reconheceram e informaram os apelidos após terem acesso a fotos mostradas pelos Guardas Municipais.
Por fim, foi informado que no bar existem câmeras de monitoramento que podem ter filmados os fatos lá ocorridos, sendo o caso encaminhado ao setor competente.

Compartilhe: